COMUNICADO APSEI – COVID-19

Artigo retirado de: https://www.apsei.org.pt/atualidade/noticias/covid-19-apsei-recomenda-a-verificacao-das-condicoes-de-seguranca-contra-incendio-dos-edificios-das-empresas/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=comunicado_22_04_2020_noticia_site

A Associação Portuguesa de Segurança recomenda a verificação das condições de segurança contra incêndio em edifícios das empresas.

Apesar de se verificar uma redução na utilização da maior parte dos edifícios das empresas desde o surgimento da pandemia da COVID-19, os proprietários dos espaços devem estar atentos à manutenção das condições de segurança contra incêndio dos mesmos.

A pandemia da COVID-19 precipitou a implementação de medidas de confinamento social e profissional por todo o mundo, incluindo Portugal, fazendo com que as instalações de muitas entidades se encontrem encerradas ou com a sua utilização significativamente reduzida, independentemente do setor de atividade. Estas medidas levaram a que muitos colaboradores trocassem o seu local de trabalho nas empresas pelas suas próprias habitações. Atenta a esta alteração de realidade, a APSEI – Associação Portuguesa de Segurança alerta para a necessidade de verificação das condições de segurança contra incêndio das empresas, mesmo durante esta fase.

Apesar de se verificar uma menor utilização dos nossos locais de trabalho habituais, é importante que continuem a ser garantidas as condições de segurança destes espaços, nomeadamente o correto funcionamento dos sistemas de segurança contra incêndio instalados.

Esta responsabilidade recai sobre os Responsáveis de Segurança (donos, exploradores ou administradores) dos edifícios ou frações, ou sobre os delegados de segurança, se nomeados pelos respetivos responsáveis de segurança. Quem assumir esta função deve garantir a continuidade das ações de verificação das condições de funcionamento dos equipamentos, bem como o cumprimento das manutenções periódicas, essenciais para o seu desempenho e, por sua vez, fundamentais para a segurança dos espaços e para a continuidade de negócio. A APSEI salienta que, apesar da reduzida utilização dos espaços, a maioria dos equipamentos elétricos, tais como quadros elétricos e servidores, continuam em funcionamento e são muitas vezes pontos de origem de incêndios.

Por outro lado, a mudança do local de trabalho dos colaboradores para as suas próprias habitações, pode conduzir ao aumento da probabilidade de ocorrência de incêndios habitacionais. Estes incêndios têm normalmente origem em comportamentos negligentes que se verificam em atividades tão banais como cozinhar ou fumar ou podem até ser originados pela utilização incorreta de equipamentos elétricos. Por isso, todos devem estar conscientes da
importância das medidas e comportamentos preventivos, sendo sempre aconselhável possuir equipamentos de primeira intervenção, nomeadamente a manta ignífuga ou até o extintor, a utilizar em caso de incêndio.

Face a esta nova realidade, a APSEI, na constante procura de soluções de apoio aos seus associados e na salvaguarda do cumprimento dos requisitos legais exigíveis, adaptou à nova realidade a partilha de conteúdos técnicos especializados, com o intuito de responder às diversas dúvidas que persistem sobre esta e outras matérias.

Artigo retirado de: https://www.apsei.org.pt/atualidade/noticias/covid-19-apsei-recomenda-a-verificacao-das-condicoes-de-seguranca-contra-incendio-dos-edificios-das-empresas/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=comunicado_22_04_2020_noticia_site